Desemprego é maior do que parece: falta trabalho para 27,7 milhões de pessoas

Dados do IBGE mostra que proporção de pessoas que gostariam de trabalhar bateu recorde. Número inclui quem procura emprego, quem desistiu de procurar e quem trabalha menos do que quer
A taxa de subutilização da força de trabalho, que inclui os desempregados, pessoas que gostariam de trabalhar mais e aqueles que desistiram de buscar emprego, bateu recorde no primeiro trimestre, chegando a 24,7%, informou nesta quinta (17) o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).
Fonte :Gazeta do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *